01 fevereiro 2010

GENTE

3 comentários:

id·ego disse...

poETa

CANTO GERAL DO BRASIL (e outros cantos) disse...

Arnaldo,
Às vezes me sinto assim, às vezes me sinto diferente de mim. Daqui pra frente tudo vai ser igual...
Convido-o a conhecer o CANTO GERAL DO BRASIL (e outros cantos), onde canto João Bosco, Pessoa (que ressoa uma religião tão boa em mim), Bethânia (e toda sua gentil epifania), João Cabral de Melo Neto (Com pesar sem João/Apesar de não sem/O que vem, vem e vai/O que vai, vai e não), Ferreira Gullar (O maior poeta brasileiro vivo, sou eu./Pasmem, não é Ferreira Gullar.)... e um dia hei de cantar o autor de um dos maiores versos que já li em toda a literatura (A tristeza é uma forma de egoismo.).

Feliz em passar por aqui,
Pedro Ramúcio.arialmo

Fe Valente disse...

Gente = et?