30 setembro 2010

7 comentários:

jwcl, Jorge Willian disse...

É um Antunes tão craque quanto o Coimbra do flamengo. Mas sempre tenho dificuldades em ter acesso aos teus gols culturais. Seus livros e discos não são encontrados com tanta facilidade. Tive que garimpar para achar alguns nesta minha vida de morador da zonas oeste do Rio. Creio que outros devem passar pela mesma dificuldade. Gostaria de saber se posso expor este pequeno vídeo no meu blog para divulgá-lo um pouco mais entre os poucos amigos que possuo no blog. Um abraço.
P.S.: adoro ouvir a canção "infantil" que nos diz que todo mundo um dia vai morrer.

Marisa Vieira disse...

É bom demais!!!!!!!!!!!!!!!

Face the Face disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Face the Face disse...

Arnaldo...o meu coração bate sem saber, que o meu peito é uma porta que ninguem vai atender...Quando vi você cantando esta musica no altas horas senti algo diferente, como se tivesse obrigação de cuidar de ti. É, parece doidice não é??? sou meio doidinha mas sou normal rsrrsr. Desde este dia senti uma necessidade mui grande de falar contigo, pode ser que vc ache que ninguem vai te entender mas eu sei que vc esta errado.Porque tem alguém que quer atender a porta do teu coração sim.E eu não quero ser como as pessoas que falam pra ti consolar, aquelas que parecem um bocado de bocas sem ninguem pra dublarrrrrr...Espero que não me diga adeus antes mesmo que eu te chame... Acredite, tem alguém que quer muito atender a porta do teu coração e te dar aquilo que vc precisa...AMOR...Um abraço mui forte pra você.

Aline disse...

Sou fã!!!Quero ser como você quando crescer hauahauahuahaua tento escrever mas é uma das coisas mais difíceis..

Papagaio Mudo disse...

Perfeito! parece estar tudo certo... muito bom reunir os amigos em casa e fazer música e poesia.

Andrea disse...

Genial! Meu eterno titã preferido. Me dá um orgulho ikenso de ser contemporânea de feras assim como vc.
Sou mais que fã. Cada célula do meu corpo é pura paixão por Arnaldo Antunes. Tô falando sério, se me pedisse em casamento, todas elas frenèticas me fariam aceitar na mesma hora.
Arnaldo Antunes é Andrea Barbosa de calças, uma coisa assim quase alma gêmea. E eu aqui exausta, porque ele nunca me encontra.
C'est la vie